O pássaro – Octavio Paz

O pássaro – Octavio Paz

Um silêncio de ar, luz e céu. Em silêncio transparente o dia repousava: a transparência do espaço era a transparência do silêncio. A imóvel luz do céu sossegava o crescimento das relvas. Os bichos da terra, entre as pedras, sob a mesma luz, eram pedras. O tempo no...
× Como posso te ajudar?