DAR CORDA NO RELÓGIO, Julio Cortázar

DAR CORDA NO RELÓGIO, Julio Cortázar

Lá bem no fundo está a morte, mas não tenha medo. Segure o relógio com uma mão, com dois dedos na roda da corda, suavemente faça-a rodar. Um outro tempo começa, perdem as árvores as folhas, os barcos voam, como um leque enche-se o tempo de si mesmo, dele brotam o ar,...
× Como posso te ajudar?