Linguagem, reflexão e terapia – Genisson Guimarães

2 Comentários
  • Wagner Medina
    Responder

    “A reflexão é como um pensamento não dirigido imediatamente a uma ação, reativo, mas um pensamento introjetado e que vai abrindo novos espaços e dilatando nossa perspectiva diante da existência, fundamentando nossas ações no mundo. É um exercício de apropriação de nós mesmos, de modo que aos poucos nos tornamos menos personagens em uma existência alienada cujo diálogo em andamento nos impõe um modo de ser e de existir que nos distancia de quem realmente somos. ”

    Curioso, dr. Genisson, que quanto mais próximos de nós mesmos mais solitários nos tornamos. Quanto menos alienados, mais angustiante parece ser a vida.

    Abraços.

    Wagner.

    27/08/2018 at 19:36
  • Wagner Medina
    Responder

    “A reflexão é como um pensamento não dirigido imediatamente a uma ação, reativo, mas um pensamento introjetado e que vai abrindo novos espaços e dilatando nossa perspectiva diante da existência, fundamentando nossas ações no mundo. É um exercício de apropriação de nós mesmos, de modo que aos poucos nos tornamos menos personagens em uma existência alienada cujo diálogo em andamento nos impõe um modo de ser e de existir que nos distancia de quem realmente somos.”

    Interessante, dr. Genisson, que quanto mais próximos de nós mesmos mais solitários ficamos em relação a uma existência alienada. E quanto mais solitários mais angustiante parece ser a vida.

    Abraços.

    Wagner Medina.

    27/08/2018 at 19:42

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: